• Home
  • /
  • Quem sou
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Promoções
  • /
  • Parcerias
  • /
  • Contato
  • [NOVIDADE] - PARCERIA COM A EDITORA JAMBÔ

    OLÁ LEITORES! É como muita alegria que venho comunicar que o blog Oxente, leitora! foi selecionado para ser parceiro dessa editora que admiro tanto. Logo, estou extremamente feliz em apresentar essa novidade para vocês, pois a jambô tem livros excelentes. Ah, depois vou fazer um post separado apresentando essas obras maravilhosas. Enfim, vamos conhecer um pouquinho sobre a Jambô?
    Jambô Editora
    Fundada em 2002, a Jambô publica jogos de RPG — sendo a maior editora do Brasil neste segmento — literatura fantástica e quadrinhos. A seguir estão alguns de nossos principais produtos.

    Dragão Brasil. Lançada em 1994, esta revista apresentou o RPG para uma geração de leitores. Após alguns anos fora do mercado, voltou em 2016, agora em versão digital e com uma linha editorial mais abrangente — além de RPG, aborda cultura nerd, com resenhas de filmes e séries, espaço para contos e mais. Mantida pela maior campanha de financiamento coletivo recorrente do país, a Dragão Brasil é um dos canais mais importantes do mercado nerd, oferecendo trabalho para escritores, ilustradores e outros profissionais. Para saber mais sobre a Dragão Brasil, acesse www.apoia.se/dragaobrasil.

    Tormenta. Criado em 1999 nas páginas da revista Dragão BrasilTormenta surgiu como um cenário para jogos de RPG. Desde então, cresceu até se tornar o maior universo de fantasia do país, com dezenas de publicações — entre RPGs, romances e quadrinhos — e dezenas de milhares de fãs. Títulos importantes incluem Holy Avenger, série em quadrinhos por Marcelo Cassaro e Erica Awano e a Trilogia da Tormenta, trilogia de romances por Leonel Caldela.

    Livros-jogos Fighting Fantasy. Esta série de livros-jogos — uma mistura de romance com RPG, na qual o leitor assume o papel de herói da história — foi publicada em mais de 15 países, com milhões de exemplares vendidos. No Brasil, foi publicada originalmente nos anos 1990, com o nome de Aventuras Fantásticas. Agora, está de volta ao país pela Jambô, com traduções e capas inéditas.

    Romances de Dungeons & Dragons. A Jambô é responsável por trazer ao Brasil os romances de Dungeons & Dragons, o primeiro e maior RPG do mundo. A linha inclui séries como A Lenda de Drizzt, com diversos títulos na lista de best-sellers do New York Times, e Crônicas de Dragonlance, amada por incontáveis fãs.

    Quadrinhos da Valiant. Uma das principais editoras de HQs dos Estados Unidos, a Valiant possui um premiado universo de super-heróis focado em histórias coesas e maduras. Entre seus principais personagens estão X-O Manowar, Ninjak, Bloodshot e Faith. A Jambô publica os quadrinhos da Valiant no Brasil, em álbuns com histórias fechadas e acabamento de alta qualidade.

    Para saber mais sobre a Jambô e os seus produtos, visite o site e clique no botão “Sobre”, no rodapé, e nas diversas categorias de produtos, no menu de navegação.

    [RESENHA] - SEM OLHAR PARA TRÁS

    LIVRO: Sem olhar para trás 
    AUTORA: Lycia Barros
    EDITORA: Valentina
    PAGINAS: 333
    CLASSIFICAÇÃO: 4/5
    SINOPSE: Muito jovem, Agatha foge de casa para viver uma grande paixão, mas o romance dos sonhos dura pouco tempo. O marido violento e possessivo é capaz de cometer qualquer loucura para mantê-la prisioneira de um casamento infeliz. Decorridos dez anos, ela vê a oportunidade de mudar seu destino ao decidir fugir com o filho para o pequeno sítio que herda numa cidade do interior. Lá, recomeça a vida envolvida em atividades muito diferentes da sua antiga rotina de luxo. Agatha se afeiçoará ao lugar e fará diversos novos amigos que a ajudarão a se reerguer, e também conhecerá Vicente, ex-campeão de equitação que se viu obrigado a abandonar a carreira. Ambos encontrarão um no outro o amor e a segurança que tanto buscavam. Entretanto, a vida de Agatha continua ameaçada. Somente a mão de Deus poderá impedir que o pior aconteça. Para isso, Agatha precisará encontrá-lo primeiro.
    Sem olhar para trás vai contar à história de Agatha, uma mulher que mudou-se recentemente do Rio de Janeiro para outro Estado e que vivia um relacionamento abusivo com seu esposo Bruno. 

    Agatha morava com seus pais em outro estado, porém, quando conheceu Bruno, apaixonou-se pelo seu jeito galanteador e também por ele ser bonito. Assim, por causa disso, resolveu fugir de casa e morar com ele no Rio de Janeiro, logo, seus pais decepcionados com tal escolha, resolveu deserda-la e não manter nenhum contato com a mesma. Contudo, Bruno não era o que a protagonista pensava, pois, com o passar do tempo, ele mostrou ser alguém violento. Além disso, com o nascimento do filho deles, as agressões permaneceram  e também possuía um ciúmes doentio do filho com a mãe. 

    Sim, foram anos nessa situação deplorável, porém, quando as agressões partiram para o filho deles, a personagem resolveu fugir de casa e ir embora para Rio Preto, já que, recentemente, Agatha tinha descobrido que sua tia falecida deixou um sítio em seu nome.  Quando chegou lá, tudo era o oposto do que Agatha estava acostumada, uma vez que ela vivia uma vida luxuosa ao lado de Bruno. No entanto, a segurança de Gabriel era sua principal prioridade e também queria viver em paz - sem medo - uma sensação que ela não possuía vivendo com seu marido. 

    Aliás, Rio Preto lhe proporcionou muitas coisas boas, como tranquilidade para viver com Gabriel e também boas amizades, entre elas; Sr Pedro (funcionário do sítio), Dona Gema (funcionária da pousada de Vicente) e Vicente (dono de uma pousada e ex-campeão de equitação). Além disso, vale ressaltar, que Dona Gema vai dar uma pequena ''ajudinha'' para que Agatha e Vicente possam ficarem juntos. Entretanto, até onde vai essa vida  pacifica, se ela está fugindo do seu ex-marido?
    O livro é narrado em terceira pessoa, assim, temos maior visibilidade para entendermos o contexto. Estou encantada com a escrita da Lycia, pois ela soube desenvolver perfeitamente esse assunto que é tão forte e complicado para ser escrito. Além disso, a história faz bastante sentido, uma vez que ela foge da ficção e também está presente na atual sociedade brasileira. Sim, estamos diante de uma obra que retrata a violência doméstica. Claro, é triste falar sobre isso, mas o que essa personagem sofreu, é o reflexo do que acontece, infelizmente, com muitas mulheres no Brasl. Outrossim, gostaria de destacar, que a escritora fez uma história sem enrolações e foi bem direta no assunto que iria tratar. 

    A linguagem do livro é de um perfeito entendimento e também temos um equilíbrio de diálogos. Aliás,  eu não achei que essa minha leitura foi leve, pois o assunto é forte demais para não refletirmos. Em contrapartida, ela consegue fluir, pois em nenhum momento sentir vontade de abandonar a obra e sim saber como vai ficar a vida de Agatha. Inclusive, eu não mudaria nada no final, achei o desfecho excelente. 

    Em relação aos personagens, todos foram bem construídos e com personalidades bem definidas. Aliás, Bruno e seus pais são a definição de EMBUSTES. Sério, eu fiquei com tanto ódio desses 3 personagens, que toda vez que o nome deles eram citados, eu revirava os olhos. Contudo, quando se trata de Agatha, Sr Pedro, Doma Gema, vicente e Gabriel, é só amor (risos). Gostei bastante da protagonista, ela mostrou ser forte, mesmo diante das dificuldades que passou em um relacionamento abusivo. Além disso, amei ver o o amor maternal que ela sente por seu filho Gabriel. Aliás, gostaria de ressaltar, que Vicente é maravilhoso e sim, ele é o homem que toda mulher gostaria de ter ao seu lado. Sinceramente? Todos os personagens são bons e os secundários são tão importantes como os protagonistas, pois é um complementação maravilhosa para que o livro seja bem desenvolvido. 

    Quando se trata da capa, confesso que não gostei muito, porquê esperava algo mais elaborado, uma vez que a obra é tão cativante. Entretanto, apesar da diagramação não ter me agradado muito, ela super condiz com o contexto proposto no livro. Aliás, a revisão foi bem feita, pois as paginas são ótimas e também não existem erros da língua portuguesa. 

    Urge, logo, que Sem olhar para trás é uma obra que merece ser lida por vocês. Sim, é uma história forte e que retrata o drama das mulheres que sofrem ou já sofreu com violência doméstica, mas também mostra que ela pode ser superada, caso essas vítimas tenha apoio. É um livro que têm uma narrativa envolvente e que o tema merece ser debatido na sociedade, pois, ainda vejo muita irresponsabilidade tanto do Poder público como da população. Enfim, espero que vocês leiam! 

    OBSERVAÇÃO: CASO VOCÊS DESCUBRAM CASOS SOBRE VIOLÊNCIA DOMESTICA, DENUNCIEM GALERA E VOCÊS QUE PASSAM POR ISSO, DENUNCIEM TAMBÉM! NÃO PODEMOS DEIXAR ESSAS PESSOAS SAÍREM ILESOS. 

    REAGINDO PERSONAGENS LITERÁRIOS COM GIFS

    Olá manas e manos! Quando terminamos de ler um livro, sempre têm uns personagens que ganharam o nosso coração e outros nem tanto. Assim, Oo post dessa vez é reagindo personagens de livros que eu já li.

    O PRIMEIRO É KIARA DE ROCKSTAR 

                                              (Decepção em forma de personagem)
    Imagem relacionada

    O SEGUNDO É TATE DE O LADO FEIO DO AMOR

    (Princesa da minha vida) 
    Imagem relacionada

    O TERCEIRO É JÚLIA DE MENTIRA PERFEITA

    (Rainha das rainhas, mores)
    Resultado de imagem para Gif de feliz

    O QUARTO É ETHEL DE UMA VIDA PARA SEMPRE

    (Não tenho psicológico para essa nenê) 
    Resultado de imagem para Gif de chorando

    É isso ai e até o próximo :) 

    [RESENHA] - COMO NUM FILME

    LIVRO: Como num filme
    AUTORA: Lauren Layne
    EDITORA: Paralela 
    PAGINAS: 224
    CLASSIFICAÇÃO: 5/5
    SINOPSE: As únicas coisas que o mauricinho Ethan e a rebelde Stephanie têm em comum são o curso de cinema na Universidade de Nova York e o roteiro que precisam desenvolver juntos. Mas, quando a proposta de recriar clássicos de Hollywood se confunde com a realidade, eles acabam se tornando os protagonistas de uma história de amor digna de Oscar! Ela quer um quarto confortável em uma boa casa. Ele quer ficar longe de sua ex. Eles precisam de uma boa nota. Convencidos a ajudar um ao outro, os dois entram em um acordo: Stephanie será a namorada de mentirinha de Ethan enquanto ele a deixa morar em seu apartamento. Para isso, ela deverá fingir ser uma perfeita lady: discreta, arrumadinha e, claro, completamente apaixonada… igualzinha à personagem do filme que estão criando. Contudo, à medida que os dois se aproximam, Ethan se vê completamente apaixonado pela garota cheia de mistérios e contradições ao seu lado. Agora, ele vai ter que decidir: será que seus sentimentos são pela Stephanie de verdade? Ou apenas pela versão que ele criou?
    Como num filme conta à história de Stephanie Kendrick, uma universitária que estuda cinema. Stephanie não possui uma boa relação com o pai e, por causa disso, ela resolve fazer um curso no verão para não passar as férias com a nova família do seu pai em Carolina do norte. Logo, quando ela está chegando atrasada na sala do curso para tais aula, Stephanie tromba com um rapaz e também fica se perguntando como uma pessoa como aquela está naquele departamento, já que o jovem - Ethan - é robusto demais e sua aparência não condiz com os estudantes de cinema ou arte. Contudo, para sua surpresa, o rapaz também vai fazer curso de verão e, para piorar, ele é sua dupla na criação de um roteiro.  

    Ethan Price é completamente oposto de Stephanie, já que ele é rico, usa roupas padrão e faz parte de um grupo social. Em contrapartida, ela é gótica, usa roupas pretas, têm infinitos percingis e é antissocial. Ethan faz administração e, definitivamente, essa não é sua área favorita, mas para fugir de um estagio na empresa do pai, ele está disposto a tudo. Sim, eles são diferentes, mas para que esse trabalho seja um sucesso, ambos precisam criar um roteiro cinematográfico magnifico e, por causa disso, pretendem fazer sobre clássicos de Hollywood. E quando eles decidem se inspirar no mito grego pigmaleão, Ethan ver o filme ''Uma linda mulher'' e têm essa ideia '' estupenda'' para que eles vivam essa experiencia, ou seja, ela ser sua namorada de mentirinha por alguns dias. 

    Além disso, Ethan oferece uma vaga no seu apartamento para Stephanie morar durante essa temporada. Portanto, ela, obviamente, concorda com essa proposta descabida, uma vez que a protagonista precisa urgentemente de um local temporário para ficar. Contudo, Stephanie vai ter que lidar com diversos desafios e um deles seria deixar de lado por um tempo o seu estilo gótico e adotar um estilo meigo. Assim, nessa inusitada situação, os dois personagens começam a serem mais próximos, porém, nem tudo será fácil e grandes problemas serão gerados, haja vista que Ethan vai ter que descobrir se gosta da versão que criou de Stephanie, ou, se realmente gosta dela com seu estilo trevoso.

    O livro possui uma narração em primeira pessoa com intercalação entre Stephanie e Ethan. Quando eu comecei a ler está obra, confesso que coloquei uma expectativa exagerada e. felizmente, não me arrependi de fazer isso, pois essa história é bastante apaixonante. 

    A autora Lauren Layne conseguiu criar um exemplar brilhante, uma vez que ela soube desenrolar esse romance muito bem, pois Lauren além de conseguir construir um livro com uma pegada engraçada, ela também trás assuntos seríssimos que são introduzidos na vida de Stephanie. Portanto, a obra conseguiu, felizmente, me cativar e isso ocorreu por todo esse conjunto de questões positivas, desde do livro ser engraçado, como da forma que ela foi desenvolvida e também por não haver fuga de contexto. Além disso, vale ressaltar, que não achei erros grotescos da língua portuguesa, ou seja, podemos ler esse livro sem estressamentos desnecessários.  

    A linguagem desse livro é ótima, pois é cheia de diálogos e com palavras de fácil entendimento. Além disso, a leitura flui bastante e, isso acontece, em virtude dos personagens dialogarem com sarcasmos. Então, queridos leitores, vocês que curtem uma obra com ironias e bastante diálogos, essa é uma ótima escolha. Ademais, gostaria de destacar que o livro é bom do inicio ao final e também confesso que faz tempos que eu não leio um livro com um desfecho tão diferenciado e engraçado.  

    Quando se trata dos personagens, todos eles são cativantes e foram fundamentais para que a história conseguisse ser bem elaborada. A Stephanie é maravilhosa, pois ela têm uma personalidade forte e consegue transmitir isso em todas as suas atitudes e conversas com Ethan. SIM, ela conseguiu roubar o meu coração de leitora, no entanto, eu não consigo escolher entre Stephanie e Ethan, pois ele também é apaixonante! Contudo, apesar desse jeito mauricinho, Ethan Price não é apenas mais um rostinho bonito, rico e musculoso, já que ele é engraçado, protetor e um amor de personagem. Eu realmente não tenho pontos negativos para falar sobre essa obra, haja vista que todos os personagens são bem construídos.   

    Aliás, o que falar dessa capa? ela é tão linda que merece, com certeza, ser colocada em destaque na nossa estante. Outrossim, na minha concepção, essa diagramação super possui ligação com a história, uma vez que essa unha preta da mulher representa o lado gótico de Stephanie, essa cor rosa condiz com '' o momento barbie perfeita'' que a personagem vai precisar viver como namorada de mentirinha e essa casal relata sobre essa romance. Além disso, a cor e letras do titulo e nome da escritora, consegue fazer um contraste interessante com o resto da diagramação. 

    Conclui-se, então, que Como num filme é fascinante e precisa ser lido por todos os leitores do mundo. Sim, como eu proferir anteriormente, faz tempo que um exemplar não consegue despertar esse meu lado ''fã hard'' e, felizmente, eu tive o prazer de conhecer esse livro viciante. Portanto, eu gostaria muito que essa obra virasse filme, pois ela é muito boa e tenho absolutamente certeza que a galera iria amar Stephanie e Ethan. Logo, é isso, espero que vocês leiam o livro e comentem comigo o que acharam.