• Home
  • /
  • Quem sou
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Promoções
  • /
  • Parcerias
  • /
  • Contato
  • Resenha: Entre Vidas II: Lise- Juliana Leite

    Livro: Entre Vidas II: Lise
    Autora: Juliana Leite
    Editora: Lotus
    Páginas: 198
    Resenhista: Paula Sesterheim
    Sinopse: 
    Lise é uma jovem que viveu sua vida sozinha roubando para sobreviver entre as ruas da Londres recém fundada pelos romanos. Sua vida muda completamente quando encontra dois rapazes que tenta enganar. Ela descobre suas origens, revisita seu remoto passado e tem que enfrentar as duras consequências de seus erros que poderão para sempre a afastar da possibilidade de viver o amor que vem em sua alma há séculos.No segundo volume de Entre Vidas a filha favorita da Deusa terá que encontrar forças dentro de si para ajudar os celtas a conter o avanço dos romanos. E veremos como uma pessoa sem honra e assassina fria, pode se transformar numa heroína para seu povo.


    Hoje trago a resenha de um dos melhores livros que já li, Entre Vidas II: Lise, a continuação de Kiara. Apesar de ter gostado muito do primeiro, o segundo continua inovador e traz muitas surpresas.

    Para os que não leram ainda Kiara (clique aqui para ler a resenha de Kiara), a protagonista é uma jovem princesa que foi mandada para Ávalon a fim de tornar-se a Grã Sacerdotisa de Atlântida e, nessa continuação, ela reencarna como Lise, uma jovem que cresceu nas ruas de Londres, sempre roubando para sobreviver. Acredito que essa seja já seja uma mudança brusca, pois elas são totalmente o oposto uma da outra. 

    Já no começo do livro Lise decide roubar a filha do governador junto com um "amigo de infância" chamado Kent. O roubo acaba sendo um sucesso para os dois que conseguiram muitas jóias, porém, mais tarde Lise encontra dois jovens em um bar chamados Nolan (Edímion, seu irmão na reencarnação passada) e Úrien (Dárien, seu antigo amor na outra reencarnação), e rouba os jovens, mas é descoberta por eles e ambos acabam sendo presos por romanos, já que ela é identificada como a garota que assaltou o governador mais cedo. Ao chegar na cela, descobre que seu cúmplice também foi pego, mas não demorou muito e logo fugiram dali em meio a uma rebelião. 

    O local pega fogo, e os quatro conseguem fugir, mas Lise toma uma atitude um tanto quanto inesperada por nós. Como falei antes, ela é completamente diferente de sua reencarnação passada e não há pudor em suas atitudes, o que a faz cometer vários erros e, um deles, é deixar para trás essa pessoa que a ajudou a saquear as jóias anteriormente. Esse fato já faz com que Úrien e Nolan fiquem com um pé atrás com a moça, já que ela deixou para trás alguém que aparentava ser seu amigo.

    Após isso, ela descobre que os garotos estavam procurando, a mando de sua mãe, uma jovem com a mesma descrição que a sua e que carregava o mesmo colar para uma importante missão, porém, não fazem ideia de qual seja. Desacreditando em suas palavras e sem ter para onde ir, Lise resolve ir com os dois para a terra deles e acaba conhecendo Riley (Leran, um jovem apaixonado por ela em sua vida passada), que está destinado a protege-la a todo custo.  E, claro, não poderiam seguir o caminho tranquilamente, então, há algumas batalhas até lá, mas todos chegam bem. Chegando lá, ela descobre que é neta da líder da aldeia dos rapazes e terá muitas missões a cumprir, a principal delas será conter o avanço romano com o poder da Deusa. 

    Quanto aos personagens: Lise (Kiara) errará muito e sofrerá as consequências de suas atitudes, o que a fará amadurecer ao longo do livro, e devo ressaltar: ela viverá coisas bem piores do que em Kiara. A única coisa que me incomodou um pouco foram algumas atitudes que ela tomava sem pensar. Ela é muito egoísta e não pensa em outra coisa a não ser roubar, mas tudo o que ela viveu nas ruas será útil para sua sobrevivência e, felizmente, ela muda bastante ao longo do livro.

    Riley (Leran) está mais apaixonado por Lise (Kiara) do que nunca e fará de tudo para tê-la, mesmo acreditando não ter chances e, para mim, foi um dos melhores personagens do livro. Continua com uma personalidade apaixonante e está bem mais maduro comparado ao que era antigamente. 

    Úrien (Dárien) continua teimoso e talvez até mais do que antes. Se vocês achavam as brigas entre os dois intensas, saibam que dessa vez será mais, muito mais, pois Úrien terá todos os motivos do mundo para odiar a garota e será bem difícil para ele ceder ao amor que sente por ela. Uma coisa que me deixou triste é que ele tomará uma decisão um tanto quanto radical para esquecer nossa protagonista mas, felizmente, corrigirá o erro.

    Agora vamos a um personagem que me surpreendeu muito: Nolan (Edímion). Em Kiara era um personagem importantíssimo para a história, mas tinha cabeça fraca e não sabia como lidar com os problemas. E agora? É um personagem que dá muito apoio a Lise, mostrando a ela o quanto é preciso ser forte para reparar seus terríveis erros e está muito maduro. Sabe como reagir diante de difíceis situações e faz de tudo por seu irmão, Úrien. Achei bem bacana a Juliana ter colocado eles como irmãos em Lise, já que em Kiara eles eram bem apegados e de plena confiança um no outro.Outro fato bem legal é que Mina será a reencarnação de Deoris e, diferentemente da sua outra vida, ficará amiga de Lise verdadeiramente. Selena também voltará e será Malika,uma personagem que ajudará muito nossa amada protagonista. 

    Quanto a diagramação é muito boa e há pouquíssimos erros de gramática mas, com uma história dessas, é quase impossível prestar atenção nisso. 

    Novamente preciso alertar: preparem os lencinhos, a Juliana não poderia deixar todos os personagens escaparem com vida, haha. Um dos personagens acima morrerá, mas não direi quem. 

    A história é muito boa, traz muitas surpresas e Lise terá muito a aprender para consertar seus erros. Também podemos contar com situações hilárias entre Riley, Úrien e Lise já que haverá um triângulo amoroso entre eles. 

    O final também foi inesperado, mas achei incrível. A escrita está mais madura e há várias curiosidades sobre a cultura romana, então, além de lermos algo maravilhoso, também aprendemos. definitivamente, Kiara foi, para mim, melhor do que Lise e já considero um dos melhores livros de 2017.Quem ainda não leu, não perca tempo! Vocês estão perdendo uma ótima história.

    2 comentários :