• Home
  • /
  • Quem sou
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Promoções
  • /
  • Parcerias
  • /
  • Contato
  • Resenha: Talvez um dia - Collen Hoover

    http://images.livrariasaraiva.com.br/imagemnet/imagem.aspx/?pro_id=9330326&qld=90&l=370&a=-1Livro: Talvez um dia
    Autor (a): Collen Hoover
    Editora: Galera Record
    Paginas: 368

     Sinopse: Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento... Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.

    O livro Talvez um dia conta a histórias de Sydney e Ridge que se conheceram de uma forma diferente e intensa.

    Sydney é uma pessoa bastante sensata, mas também dependendo da situação ela consegue se transformar em outra pessoa, apesar de obter qualidades únicas. Sydney cursa faculdade, porém o seu curso é de total desaprovação para os seus pais, então ela é obrigatoriamente a pagar suas contas. Ela tem um dom maravilhoso de compor musicas, porém, a mesma só descobre isso com o tempo.

    Sydney possui um namorado, Hunter. Ela atualmente morava com Tory, sua amiga. Quando a mesma descobre que foi traída friamente no próprio aniversário de 22 anos pelos dois, o seu descontentamento é notável e com isso, ela resolve sair de casa. Começando a morar temporariamente na casa de um desconhecido que contou a ela essa sua grande decepção - a qual só conhecia pelas músicas que o mesmo tocava no apartamento a frente do seu e de SMS trocados há algumas semanas.

    Ridge é um homem extremamente lindo, inteligente e com um coração bastante bondoso. Ele tem uma namorada tão fofa, amorosa, a qual o Ridge era totalmente apaixonado. Além de ser essa pessoa cheia de adjetivos positivos, ele é um grande compositor musical. 

     Há algum tempo que o personagem vem sofrendo com um certo bloqueio que o impede de inscrever musicas para a banda do seu irmão. Por acaso ele conheceu a moça do apartamento ao lado. Toda vez as 8 da noite ele sempre ficava  na ''varadinha' do seu apartamento tocando os seus acordes musicais, enquanto a jovem inventava as letras das músicas de acordo com o toque de cada som. Claro, ela jamais imaginou que o homem que ela mantinha uma admiração incomum percebia todos os seus movimentos. 

    Depois que Ridge descobriu que o namorado da jovem e sua amiga havia uma intimidade além do normal. Ele ficou realmente perplexo como duas pessoas poderiam fazerem isso com uma pessoa tão boa e integra como Sydney. Até então, isso não era algo do seu interesse, porém em certa circunstância ele não achou outra saída a não ser contar toda a verdade a Sydney. Foi um choque, e tal consequência como citei antes, ela não possuía outra saída, Pois, ou aceitava morar com um desconhecido em troca de moradia, o ajudando com letras para músicas, ou voltaria a morar com seus pais. O seu único problema foi não adivinhar que seu coração poderia se apaixonar novamente e entrar em uma história de outras pessoas que já existiam.
    O livro é narrado em primeira pessoa por Ridge e Sydney. Confesso que gostei muito desse livro não por ele ser do gênero romance, mas sim pela maneira como Collen conseguiu colocar essa sintonia legal entre os personagens. A forma como ela conseguiu fazer com que os personagens  se desafiassem o tempo todo psicologicamente sobre seus sentimentos um pelo outro, isso de fato me fascinou bastante.

    Quando  Sydney começou a sentir esses sentimentos e se declarou para Ridge, eu me sentir um pouco confusa sobre os sentimentos do homem, por que ele realmente sabia que estava loucamente apaixonado por ela, só que ao mesmo tempo ele amava incondicionalmente a sua namorada. Talvez o fato dos mesmo namorarem a 5 anos, houvesse essa ligação infinita, esse carinho de proteção.

    A namorada de Ridge é tão legal, mas tão legal, que passei a amar ela por ser tão racional, encantadora e conseguir fugir do sempre que acontece em livros de romances. 

    A história de Ridge e Sydney é super complicada, porque ao mesmo tempo que há esse romance angelical, também há grandes reviravoltas. Falo isso porque minha ansiedade aumentava cada que  parecia que algo iria acontecer, que os dois iria ficarem juntos e do nada a consciência deles voltavam rapidamente. Essa parte de vai ou não vai me incentivavam a não querer para de ler. Porque livros com esses sinônimos do improvável me intriga bastante, me prendendo de fato na história. 

    Outra coisa que gostei bastante no livro, foi a honestidades dos dois. Porque por mas que eles se amassem, eles não queria magoar ninguém, pois eles sabiam que o amor de ambos eram cheio de incertezas e envolvia alguém que ambos não queriam magoar, além da personagem ficar com receio na possibilidade de fazer com outra pessoa o que seu namorado e sua ex amiga fizeram com ela.  Quantas vezes já abrimos mão de coisas que queríamos para não vermos outras pessoas sofrerem? É isso de fato que acontece com eles e por mas que minha paixão pelo o casal seja visível, a minha admiração por essa atitude foi gradualmente grande.

    Não tenho o que reclamar do livro. Eu achei que a autora pensou bem quando fez cada cena, porque a cada capitulo ficamos com uma expectativa radiante sobre quais serão as próximas atitudes dos personagens. Achei isso bom, porque prende o leitor no livro, consegue deixar ele entusiasmado com as próximas cenas. Particularmente, as coisas simples desse livro me cativaram muito e não há palavras para descrever o quanto ele é bom, só quem leu ele sabe o que estou sentido.

    E essa diagramação da capa estupenda? Tem tudo haver a capa do livro com os personagens. Porque nela mostra duas pessoas escrevendo e no livros eles compôs musicas. Gostei bastante da editora ter preservado isso, esse momento intimo dos dois. As cores também ficaram em uma tonalidade boa, então só elogios.

    Muitas pessoas se dividem nesse livro, porque muitos querem esse casal, já outros não. Então é aquela dinâmica divertida de escolhermos por quem nosso coração deve aceitar. Enfim, considero esse livros como um dos melhores que eu já li esse ano, então quem não leu ainda, a minha indicação é palpável independentemente se você gosta ou não do gênero, até porque a história  é fascinante.

    11 comentários :

    1. Sou suspeita para falar, mas eu amo muito esse livro. A autora é fantástica, uma das minhas favoritas, e esse livro, na minha opinião é um dos melhores. Se bem que todos seus livros são destruidores <3
      Adorei sua resenha e por coincidência eu também publiquei a minha hoje no blog ;)
      Beijos, ● Fer

      ResponderExcluir
    2. Li essa resenha com um aperto no coração. É tão assustador quando amamos alguém mas essa pessoa já está com outra pessoa, que por sinal é muito legal. Li Anna e o Beijo Francês e essa incerteza é muito parecida. Quero muito ler o livro, parece ser encantador!
      Beijão.

      ResponderExcluir
    3. Olha que ótima resenha. Parabéns pelo trabalho. Eu ainda não li nada da autora mas recentemente comprei o livro Métrica dela. Espero logo poder ler. Minha amiga e que está morta de ansiedade por esse livro. Irei indicar a resenha para ela.

      Beijos.

      ResponderExcluir
    4. Oi, como vai?
      Ainda não conhecia o livro, mas, amei sua resenha, realmente excelente. Apesar de não gostar de romance que gira muito em torno do romantismo, gostei muito da premissa, pretendo ler, em breve. Obrigada pela dica.
      http://www.cristinadeutsch.org/
      Saudações literárias.
      Beijos no ♥

      ResponderExcluir
    5. Devo confessar que fiquei um pouco confusa com a sua resenha, provavelmente por ela abordar tantos lados de uma mesma história. Esse livro não conhecia da autora e tenHo alguns livros dela na minha lista. Amo romance, então com certeza vou tentar pegar esse livro para ler. -Joanna Amaro.

      ResponderExcluir
    6. Olá!
      Meu primeiro contato com a Colleen foi através de Nunca Jamais e MEU DEUS, COMO EU AMEI! Agora pretendo ler tudo dessa mulher, inclusive esse livro, que acredito que irei adorar!

      Beijos
      http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    7. Oie
      que bom que curtiu o livro, eu to loca pra ler pois amo a autora e sua resenha só me deioxu mais curiosa, espero conseguir ler em breve e gostar bastante, ótima dica e resenha

      Beijos
      http://realityofbooks.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    8. Oi, tudo bem?
      Gostei de saber que o livro te agradou. É muito bom mesmo quando um enredo nos prende pela narrativa e nos deixa na expectativa para os próximos acontecimentos. Mesmo que alguns casais sejam complicados as vezes, acho que isso que rende algo especial no livro.
      Bom, nunca li nada da autora e adoraria ler essa obra. Bela resenha.

      ResponderExcluir
    9. Achei a história realmente muito linda.
      Bacana como o casal vai se envolvendo e que ela não quer fazer com outra pessoa o que fizeram com ela.
      Sou suspeita porque amo romances, então com certeza está na lista.

      Lisossomos

      ResponderExcluir
    10. Olá, apesar dos vários comentários positivos não consegui me empolgar com o enredo, acho que eu estou em uma fase mais de fantasia *-*

      Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

      ResponderExcluir
    11. Gosto dos conflitos que a Colleen põe em suas obras, contudo tenho tido expectativas baixar com relação aos livros dela porque já me decepcionei anteriormente por esperar demais. Espero que eu me surpreenda quando fizer esta leitura.

      ResponderExcluir